sábado, 3 de Janeiro de 2009

Desminagem no Kuando Kubango

(por Luis Marques)

Ao realizar uma pesquisa na Internet, encontrei esta notícia da "AngolaPress" relacionada com a desminagem que presentemente está a ocorrer na província do Kuando Kubango, em Angola. Achei que a notícia poderia ter algum interesse para o nosso Blogue (até porque se insere no âmbito do mesmo) e por essa razão, com a devida vénia, publico-a.

A desminagem ocorreu em seis pequenos aeródromos do Kuando Kubango. Alguns deles são bem conhecidos dos antigos militares do Batalhão de Caçadores 4611/72.
A realidade de Angola de hoje é bem diferente daquela que conhecemos em 1972 /1974. Este pais viveu três décadas muito conturbadas, após a sua independência em 1975. A guerra civil que se seguiu a 1975 não poupou nada nem ninguém. Não deixa de ser penoso para nós constatar a triste situação a que este belo país chegou.
Eis a notícia:




DESMINADOS SEIS AERÓDROMOS NO KUANDO KUBANGO



Menongue, (antiga Serpa Pinto) 22 de Novembro de 2008 – Seis aeródromos para aterragem de aviões de pequeno porte foram desminados na província do Kuando Kubango, sudeste de Angola, pela Organização Não Governamental “MGM”, nos últimos quatro anos.Trata-se das pistas situadas da comuna do Baixo Longa (Kuito Kuanavale), da sede municipal do Nancova, do Mawé e Mavengue (Calai), Rito (Nancova), e da aldeia do Mupupa, município do Dirico.





O aeródromo de M´pupa em 1973
(foto cedida pelo Fernando Santos)


Em declarações hoje à imprensa, o responsável da MGM no Kuando Kubango, Georg Hans Knessen, disse que para a desminagem da pista da aldeia do Mupupa, que durou cinco dias, a organização utilizou, além de meios adequados para o efeito, cães, para facilitar a acção. Até ao momento, avançou Georg Knessen, a par de outros engenhos, foram já removidas e destruídas oitocentas minas anti-pessoal, estando em curso a desminagem de 240 quilómetros de estradas que termina ainda este mês. Neste plano geral de desminagem estão a ser investidos cerca de quinhentos mil euros, um financiamento da Itália. (Notícia AngolaPress) .



















Miss Mina Antipessoal em Angola 2008


(O concurso foi idealizado pelo artista norueguês Morten Traavik, que durante o mês de Fevereiro de 2008 visitou vários centros de reabilitação em Angola à procura de candidatas a Miss Mina Antipessoal, e foi criado com o intuito de lutar contra a discriminação das vitimas dos acidentes com minas, ao mesmo tempo que proporciona uma melhoria na vida da vencedora graças a prótese que vai ganhar.)


Generosa Cassinda, Miss Cuando Cubango

(de 30 anos de idade, tem como cor favorita o branco e tem dois filhos, de 10 e 8 anos de idade. Foi vitima de uma mina anti-pessoal em 1989)

Sem comentários:

BATALHÃO DE CAÇADORES 4611/72

BATALHÃO DE CAÇADORES 4611/72
conduta brava e em tudo distinta